Café da manhã, com bolo, pão quentinho e muito amor... (parte 2)

     Ah, esse pão quentinho... Me deu tanto orgulho preparar essa delícia ... Amo fazer uma massa, todo o processo me encanta, assistir o fermento despertar me deixa fascinada ... Essa receita me rendeu dois belos pães rústicos, macios e muito saborosos. Ah, não posso deixar de ressaltar o aroma maravilhoso que se espalhou enquanto assava ...  Esse café da manhã saiu meio que improviso e ficou mesmo muito bom! Diria que o bolo de laranja casou muito bem com o pão australiano, fizeram um belo par à mesa e os elogios dão conta disso ... Aproveitem esses dias de friozinho gostoso, acendam o forno e mãos à massa ... Depois me contem!!
Pão australiano (Rita Lobo - Pitadas da Rita)
Ingredientes:
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de farinha integral
  • 1 xícara (chá) de farinha de centeio
  • 1 colher (sopa) de cacau em pó
  • 1 colher (sopa) de sal
  • 3 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 10g de fermento biológico seco (1 sachê)
  • 50g de manteiga
  • 1/4 xícara (chá) de melaço de cana
  • 1 xícara (chá) de água morna
  • fubá para polvilhar
Modo de preparo:
     Em uma tigela grande, junte todos os ingredientes, exceto a água e o fubá, até que dê para trabalhar com as mãos. Polvilhe uma superfície lisa com farinha de trigo e transfira a massa, sovando bem, por cerca de 15 minutos. A massa deve ficar elástica, faça o teste do dedo. Com o dedo indicador, aperte levemente a massa, se ficar amassada precisa ser sovada mais um pouquinho, caso a massa "volte para o lugar", está no ponto. Polvilhe a tigela com um pouco de farinha e volte a massa para ela, cubra com um pano úmido e deixe descansar por cerca de 2 horas ou até dobrar de volume. Coloque a tigela em um lugar próximo do calor (coloquei dentro do forno desligado). Depois de crescida, transfira a massa para a bancada, polvilhada com farinha e divida-a ao meio. Com as 2 mãos, role a massa para frente e para trás, até alongar um pouco e formar um filão. Repita o procedimento com a outra metade. Polvilhe uma assadeira grande, antiaderente, com fubá e coloque os pães, deixando espaço entre eles. Cubra com o pano de prato úmido e deixe descansar por 1 hora. Faltando 20 minutos, pré aqueça o forno a 180ºC, retire o pano de prato, polvilhe os pães com mais fubá e leve para assar por cerca de 30 minutos. Retire do forno e transfira para uma grade, caso não vá servir em seguida.
Obs.: Fiz os pães à noite, na véspera, depois de moldado e crescido por mais de 1 hora, cobri com pano de prato e levei à geladeira. No domingo, cedo, retirei da geladeira, pré aqueci o forno e assei. Ficou ótimo!!!

Café da manhã, com bolo, pão quentinho e muito amor... (Parte 1)

     Depois de um tempinho afastada, resolvi caprichar na receita... Foram dias corridos, cheios com parte da família acamada com a gripe que circulou por aí... Todos bem agora, ânimo revigorado e saudade, muita saudade dessa minha cozinha e dos amigos que amo receber aqui...
     O domingo estava prometendo... Decidi ontem iniciar os preparativos para o café da manhã de hoje, bem gostoso e cheio de carinho pelos meus queridos. Assei esse bolo de laranja da Rita Lobo e depois engatei no pão australiano também dela. As duas receitas estão no Pitadas da Rita, imperdível, e ainda servi com geleia de damasco que preparo sempre. Hoje colocarei a receita do bolo, já o pão fica para uma próxima postagem. Deixei o pão modelado, prontinho para ir ao forno, na geladeira e hoje acordei cedinho e foi só assar!! Tudo ficou delicioso e eu, mais uma vez, feliz ao ver a carinha gulosa de cada um. Foi um belo começo de dia!!
Bolo de Laranja com glacê de água de Flor de Laranjeira
Ingredientes:
Massa:
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de caldo de laranja
  • 3/4 xícara (chá) de iogurte natural
  • 1 colher (sopa) de licor de laranja (não usei)
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha
  • 200g de manteiga em temperatura ambiente
  • 5 ovos
  • 2 colheres (chá) de fermento em pó
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 1 colher (sopa) de raspas de laranja
Obs.: Usei a laranja-baía, é bem mais saborosa, mas pode-se usar outra.
Glacê:
  • 1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
  • 2 colheres (sopa) de caldo de laranja
  • 1 colher (sopa) de água de flor de laranjeira
  • raspas de laranja-baía a gosto
Modo de preparo:
Massa:Pré aqueça o forno a 180ºC, unte a forma com manteiga e polvilhe com farinha de trigo (usei 2 formas de 24cm, uma redonda e outra de bolo inglês, caso prefira use uma só, maior). Peneire os ingredientes secos, em tigelas separadas. Numa outra tigela, misture bem o iogurte, o suco de laranja, o licor (se usar) e a essência de baunilha. Na batedeira, junte o açúcar e a manteiga, bata bem até ficar cremoso e esbranquiçado. Acrescente os ovos, um a um, batendo sempre. Junte a farinha de trigo e a misture de iogurte alternadamente, até obter uma massa homogênea. Por fim, adicione o fermento e o sal, bata só para misturar. Desligue a batedeira e acrescente as raspas da laranja, misture bem com uma espátula. Deite a massa na forma preparada e leve ao forno pré aquecido para assar por cerca de 50 minutos. Verifique se está bom, espetando um palito na massa. Se sair limpo, está pronto. Retire o bolo do forno e deixe esfriar por uns 15 minutos, antes de desinformar. Depois de desinformado, cubra com o glacê. Deixe secar e sirva.
Glacê: Misture o açúcar de confeiteiro, o caldo de laranja e a água de flor de laranjeira em uma panelinha. Leve ao fogo médio, mexendo sempre, para dissolver bem o açúcar. Assim que ferver, desligue e cubra o bolo imediatamente. Decore com as raspas de laranja.
Obs.: A água de flor de laranjeira, deixa o glacê muito saboroso. Vale a pena usar!!

Mini Churros Deliciosos... (Janaína Rueda)


    Feriado, marido e turminha em casa, um dia meio nublado de Outono e uma tarde que se anunciava pedindo por um lanche gostoso e reconfortante... A filhota queria bolinhos de baunilha com cobertura cremosa de chocolate, mas eu queria mais... Quis trazer para os meus queridos ontem um pouquinho das minhas tardes outonais de tempos atrás... Tardes mais frias, mais chuvosas, que nos prendiam em casa, os 3... Banho tomado mais cedo, pijaminhas de flanela, lápis de cor, bloco de desenho e a mãe, na cozinha, sempre preparando uma delícia diferente... Essa lembrança veio forte, daí a escolha dos churros... O sabor dessa delícia, de origem espanhola, misturado à lembrança de uma infância extremamente feliz deu a esse dia um quê de inesquecível!! 
Ingredientes:
  • 2 ovos
  • 250ml de água
  • 220g de farinha de trigo
  • 60g de açúcar
  • 60g de manteiga
  • 3ml de essência de baunilha
  • 3g de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • óleo para fritar, o suficiente
  • açúcar e canela para polvilhar
Acompanhamentos:
  • doce de leite
  • brigadeiro mole

Modo de preparo:
     Ferva a água com o sal, o açúcar e a manteiga. Assim que ferver, abaixe o fogo e junte toda a farinha, mexendo bem até formar uma bola e soltar do fundo da panela. Coloque a massa na batedeira, junte os ovos e a baunilha, bata até a mistura ficar seca, de forma que solte facilmente da colher. Coloque uma porção de massa em um saco de confeiteiro, bico pitanga grande, e modele os churros. Use a tesoura para cortar a massa no tamanho desejado, já sobre o óleo quente. Frite-os até dourar. Retire da frigideira e deixe escorrer bem, pode usar papel toalha, mas eu prefiro uma peneira de metal. Passe-os pela mistura de açúcar e canela e sirva-os quentinhos com o acompanhamento que preferir.
Obs.: Usei doce de leite com nozes e um brigadeiro mole(Fiz com 1 lata de leite condensado, 3 colheres (sopa) de chocolate em pó, 1 colher (sopa) de manteiga e 1/3 xícara (chá) de leite. Levei tudo ao fogo, deixei ferver, mas sem deixar apertar muito o ponto. Ficou ótimo!)
Obs2.: Fiz mini churros com cerca de 5cm e também uns maiores com 10/12cm, mas a turminha preferiu os menores.

Bolo de Maçã (do livro "Bolos Deliciosos" - Lynn Hill)

     Enquanto tomava uma xícara de café, forte e fumegante, e devorava um pedaço desse bolo, minha cabeça fervilhava em meio a tanto pensamentos... Como sempre faço após terminar de preparar algo a ser postado, me ponho quieta e só, provando e analisando o que preparei, para depois, então, passar para vocês... Mas hoje, foi diferente! Fiquei realmente empolgada e muito feliz com o resultado dessa receita, que preparo pela primeira vez... Aliás, esse livro, "Bolos Deliciosos" da inglesa Lynn Hill, é literalmente delicioso! Há bolos de todos os tipos e gostos... E a ideia que Lynn teve, foi simplesmente, maravilhosa! Ela "fundou" um clube de bolos... As reuniões são feitas em lugares diferentes e só revelados no último instante, não há competições, só são aceitos bolos e assim, amantes da cozinha amadora se reúnem e compartilham suas obras deliciosas... O máximo!
     Voltando ao bolo de maçã, devo dizer que é supimpa! O aroma que tomou conta da casa foi divino... A combinação da baunilha e maçãs foi muito feliz, o sabor é perfeito! A massa, embora não pareça, é muito leve, saborosa... E a maçã verde, deixou aquele azedinho que quebra qualquer possibilidade do bolo ficar super doce, tudo na medida certa! 
     Acabo de receber uma lufada de vento... Nesse momento, só posso olhar para o céu, lindo, de um azul estonteante, e agradecer a Deus por esse dia... A temperatura está muito agradável, na casa dos 24 graus, a luz do dia é incrível e o domingo, muito, muito lindo... Para arrematar a Obra Divina, só fazendo aquilo que sei e assim, acarinhando meus queridos... Façam o bolo e depois me contem!
Ingredientes:
  • 450g de maçãs verdes descascadas e cortadas em fatias finas ( as minhas são grandes, 2 deram o peso pedido)
  • suco de meio limão siciliano
  • 225g de manteiga sem sal, amolecida
  • 280g de açúcar refinado
  • 4 ovos ( usei 5 médios)
  • 340g de farinha de trigo com fermento, peneirada ( usei a farinha sem fermento e juntei 1 colher (sopa) de fermento em pó )
  • 2 colheres ( chá ) de extrato de baunilha
  • 2 colheres (sopa) de açúcar demerara
Modo de preparo:
     Pré-aqueça  o forno a 190 graus, unte e forre com papel manteiga uma forma redonda de 23cm de diâmetro (a minha é de 25cm). Coloque as fatias de maçã em uma tigela rasa e regue com o suco de limão para evitar que escureçam, reserve. Bata a manteiga com o açúcar, à mão ou na batedeira, até obter um creme claro e aerado. Junte os ovos, um a um, batendo bem após cada adição e junte 1 colher (sopa) de farinha de trigo com o último ovo, para evitar grumos. Acrescente o extrato de baunilha e a farinha de trigo restante, bata rapidamente para incorporar tudo até ficar homogêneo. Despeje metade da massa na forma, espalhe uniformemente e distribua metade das maçãs. Cubra com a massa restante e, por fim, as fatias de maçã. Salpique o açúcar demerara e leve ao forno para assar por cerca de 1 hora ou até dourar. Faça o teste do palito, se sair limpo, retire do forno. Deixe esfriar ou amornar (fiz assim!) e desinforme. Se quiser, salpique um pouco mais de açúcar demerara, eu usei.
Obs: Usei uma forma de fundo removível, pois facilita na hora de desinformar o bolo.
         Se preferir um toque menos azedinho, use a maçã vermelha.
         Fiz um doce de maçã vermelha com canela e passas para acompanhar, ideia minha.
         A autora sugere chantilly ou creme inglês para acompanhar.

#SEGUNDA PÁSCOA LINDA - Pão de mel (Chef Álvaro Rodrigues)

     Com o coração espremidinho, penso no último post da Segunda Páscoa Linda... É uma delícia participar! E passa tão rápido... Como costumo dividir aquilo que é bom para mim, deixo hoje mais uma dica que considero preciosa... Amo pão de mel! Mas os bem feitos, caseiros, com sabor e textura deliciosos... Tenho algumas receitas, algumas realmente muito boas, mas nenhuma como essa! E, além de fazer para compor nossa mesa de Páscoa, costumo dobrar a receita e assim,presentear alguns querido que são loucos por essa delícia. Normalmente faço outras coisinhas e monto uma bela cesta, mas esse ano os queridos vão ganhar um caixotinho, como o verdinho a foto, cheio de guloseimas... Assim como as cestas, os caixotinhos depois poderão ser usados... Vale a criatividade!
     Mas chega de trololó e vamos trabalhar... Antes porém, meu muito obrigada à minha querida Michelle, por mais essa oportunidade deliciosa! É mágico o processo todo, a partilha, o empenho, o carinho, a união, cada um ( Sim, temos um rapaz participando!!!!) dando o seu melhor, dividindo e enriquecendo o projeto. Foi muito bom! E vamos continuar nos preparando para a Páscoa e, com alegria, a Ressurreição de nosso Cristo! Beijos em todos os corações envolvidos nesse trabalho... Valeu!!!
Ingredientes:
Massa:
  • 1 xícara (chá) de mel (usei o de Laranjeira)
  • 1 xícara (chá) de chá forte feito com erva doce, cravo e canela em rama, coado
  • 1 xícara (chá) de açúcar refinado
  • 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
  • 3 e 1 /2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 3 colheres (sopa) bem cheias de chocolate em pó de boa qualidade
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de cravo moído
  • 1 colher (café) de cardamomo moído
  • 1 colher (café) de gengibre em pó
  • 1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio em pó 
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 colher (chá) de noz moscada ralada
Cobertura:
  • 1kg de chocolate derretido em banho-maria (uso o meio amargo, mas pode usar o ao leite, ou misturar os dois)
 Decoração:
  • frutas secas, glaçadas
  • avelãs
  • amêndoas
  • nozes
  • miçangas coloridas
  • raspas de chocolate branco
  • cerejas em calda
Modo de preparo:
Assim se prepara o chá que mencionei...
     Massa: Em uma vasilha grande, misture os dois tipos de açúcar e o mel, mexa para formar uma pasta e a seguir, adicione o chá aos poucos para dissolver a mistura. Junte toda a farinha de trigo e mexa bem até incorporar e não ficar grumos. Bata bem, à mão, a seguir, acrescente o chocolate em pó, a canela, o cravo moído, o gengibre em pó, o cardamomo, o sal, o bicarbonato de sódio, dissolvido, no leite. Misture bem até obter uma massa lisa e homogênea. Junte a noz moscada ralada e misture. Coloque a massa em forminhas de pão de mel, ou tabuleiro retangular (40x32x3,5), untado. Não encha as formas, deixe pela metade. Asse a 180ºC. Se usar forminhas individuais asse por, mais ou menos, 15 minutos, e se preferir o tabuleiro, asse por, mais ou menos, 30 minutos. Faça o teste do palito. Se usar o tabuleiro, depois de frio corte em quadrados e a seguir banhe no chocolate derretido.
     Montagem: Depois de assado deixe o pão de mel esfriar e passe-os pelo chocolate derretido e decore a gosto. Coloque-os para secar, em tabuleiro forrado com papel manteiga. Se o dia estiver muito quente (aqui está!), leve-os à geladeira para secar e depois embale com papel celofane. 
Observações:
A massa não leva ovos, manteiga ou outra gordura e nem fermento.
A massa é toda batida na mão. NÃO use batedeira, não dá certo.
Os pães de mel podem ser congelados sem o banho de chocolate.
Pode-se usar o chocolate hidrogenado, que é mais fácil de trabalhar, mas eu não recomendo. O sabor não é bom.
Todos os ingredientes secos DEVEM ser peneirados, pois ajuda a não deixar gruminhos.
Última observação: Se eu fosse você, não deixaria de fazer essa receita, pois é muiiiiito saborosa e seus queridos vão amar o carinho.
Ah, mais uma coisa... os coelhinhos começaram a invadir a casa, olha só a minha árvore...

#SEGUNDA PÁSCOA LINDA - Barrinhas de chocolate, café e avelãs

     Aprendi muito cedo, muito cedo mesmo, a pôr um toque de capricho em tudo que precisava fazer... Isso valia para tudo, desde a mais simples tarefa a algo de suma importância. Lições dadas por avós, mãe e madrinha, que às vezes não entendia, mas precisava ouvir e aprender. E foi bom! Hoje procuro sempre deixar tudo mais bonitinho, limpo, organizado e caprichado. Ah, tem lá seu preço, muitas vezes bem alto! Mas quer saber? Vale a pena! Fui buscar tudo isso lá atrás para falar de minha dica de hoje, barrinhas de chocolate, café e avelãs... Não seria mais fácil e prático comprar as benditas barrinhas prontas, embalar e dar de presente? Sim, mas é o carinho, o toque pessoal, o cuidado que você pode imprimir na prenda que faz toda a diferença. Quem recebe sente o afeto e o bem querer, sente-se a importante...  Além de usar essas barrinhas para compor cestas de páscoa ou lembrancinhas aos agregados, costumo fazê-las, também, para oferecer com café, após um jantar ou almoço. Posso garantir que o carinho vem em dobro... Fica a dica!
Ingredientes:
  • 1 xícara (chá) de avelãs limpas
  • 400g de chocolate meio amargo
  • 3 colheres (chá) de café solúvel
Modo de preparo:
     Para retirar a casca das avelãs, coloque-as em um tabuleiro e o leve ao forno médio por 15 minutos. A seguir, use um pano de prato limpo, coloque as avelãs sobre ele e esfregue-o sobre elas até que saiam as pelinhas. Coloque-as em um tabuleiro forrado com papel manteiga, formando duas fileiras separadas. Após isso, derreta o chocolate em banho maria e acrescente o café solúvel, misture. Ponha essa mistura sobre as avelãs e deixe secar. Se o dia estiver muito quente, pode levar à geladeira, como eu fiz. Quando o chocolate já estiver seco corte-o como preferir. Eu cortei em barras. E pronto, agora é só servir.


#SEGUNDA PÁSCOA LINDA - Folar de Páscoa ( Blog Figos e Amêndoas )

     É engraçado como nossas lembranças afloram em certas datas... Cá estou, quase sentindo o cheirinho dos folares que minha vó Maria preparava para essa época... Pensei em fazer hoje a receita dela, só não havia me decidido ainda se seria o folar doce ou o salgado, amo os dois. Mas aí, lembrei que trazia comigo essa receita que li no blog Figos e Amêndoas... Segundo a dona do blog, a receita é típica do Algarve, de família e, o que me chamou mais a atenção, de canela. Pronto, está decidido! Ingredientes separados, receita estudada, mãos à massa e o resultado, maravilhoso! A massa é deliciosa, aromática e as camadas de creme de manteiga tornam o folar úmido e muito macio. E vocês não imaginam o perfume que se espalhou pela casa... Estou super feliz e satisfeita com o resultado! Para o nosso Domingo de Páscoa, farei o folar salgado da vó e este delicioso de canela, já posso imaginar as carinhas gulosas da família... E fica a dica para os queridos da Segunda Páscoa Linda arrasarem no Domingo de Páscoa, mãos a massa!
Ingredientes:
Massa:
  • 750g de farinha de trigo, peneirada
  • 3 ovos ligeiramente batidos
  • 1 colher (sopa) de canela em pó
  • 1 colher (sopa) de casca de limão ralada (usei o siciliano)
  • 280ml de leite
  • 60g de manteiga, sem sal, derretida
  • 90ml de azeite extra virgem
  • 2 colheres (sopa) de sementes de erva doce
  • 30g de fermento biológico fresco ou 15g de fermento biológico seco (1 e 1/2 colher de sopa)
  • 1 colher (chá) de sal
  • 50g de açúcar (usei o orgânico)
Para camadas (creme de manteiga):
  • 300g de manteiga sem sal
  • 300g de açúcar (usei o orgânico)
  • 2 colheres (sopa) de canela em pó
Decoração:
  • 1 ovo cozido
  • manteiga derretida para pincelar
  • açúcar orgânico para salpicar
Modo de preparo:
     Massa: Numa panela pequena, aqueça o leite com as sementes de erva doce até começar a ferver. Desligue o fogo, deixe amornar. Numa tigela grande,ponha a farinha peneirada, o sal e a canela em pó, misture e reserve. Coe o leite,morno, polvilhe o fermento, as raspas de limão, junte o açúcar, os ovos batidos, o azeite e a manteiga. Misture   e coloque no centro da farinha. Vá misturando até agregar todos os ingredientes. A seguir, ponha a mistura em superfície limpa e enfarinhada , amasse por 10 minutos, sovando, até obter uma massa elástica e suave. Volte a massa para a tigela, untada com azeite, cibra com um pano e deixe descansar por 1hora ou até dobrar de volume.
    Creme de manteiga (para as camadas): Misture os ingredientes até ficar cremoso. 
    Montagem: Depois de crescida a massa, divida em 8 partes. Abra cada uma com o rolo, formando um círculo,acomode em forma redonda forrada com papel manteiga,besunte com uma colherada de creme de manteiga. Repita a operação até terminar com o último disco de massa. A seguir, faça um pequeno corte em cruz no centro da massa e encaixe o ovo cozido e untado com azeite. Pincele manteiga derretida sobre a superfície do folar, salpique açúcar orgânico ou granulado. Deixe o folar crescer por mais 30 minutos e a seguir, asse em forno pré aquecido a 190 graus por 1 hora ou até o palito sair seco. Delicie-se!

Tecnologia do Blogger.